Febre Amarela no Brasil

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em dezembro de 2018 teve início o período
epidémico de febre amarela no Brasil, que se estima durar até maio de 2019. Até ao momento,
foram notificados 36 casos confirmados em seres humanos, incluindo 8 óbitos, nos Estados de
São Paulo e Paraná.


Desde maio de 2018 que a OMS recomenda a vacinação contra a doença a todos os viajantes
internacionais, de idade superior a 9 meses, com destino ao Brasil.


Dado o risco acrescido de febre amarela para cidadãos portugueses que viajem para o Brasil, a
Direção-Geral da Saúde recomenda:


• A marcação de Consulta do Viajante ou com o Médico Assistente, pelo menos 4 semanas
antes da partida;


• A vacinação contra a Febre Amarela, pelo menos 10 dias antes da partida, para quem
nunca foi vacinado, (uma única dose da vacina é suficiente para conferir imunidade
sustentada e proteção para toda a vida);


• A adoção das seguintes medidas de proteção individual contra a picada de mosquitos:

i. Aplicação de repelentes, de acordo com as instruções do fabricante. Se tiver de
utilizar protetor solar e repelente, deverá aplicar primeiro o protetor solar e depois
aplicar o repelente;
ii. Proteção das crianças (carrinhos de bebé, berços e alcofas com redes
mosquiteiras);
iii. Utilização de redes mosquiteiras:
a. Sobre a cama, entaladas no colchão, depois de verificar que não há
nenhum mosquito no seu interior e de confirmar se a rede não está
rasgada;
b. Mesmo durante o dia em janelas, portais e beirais;
iv. Opção por alojamento com ar condicionado;
v. Utilização de vestuário largo que cubra a maior área corporal possível, de forma a
diminuir a exposição corporal à picada (camisas de manga comprida, calças e
calçado fechado).

 

Os viajantes que, até 12 dias após o regresso, apresentem sintomas sugestivos da doença (febre, calafrios, dores de cabeça intensas, dores musculares, fadiga, náuseas e vómitos), devem contactar o SNS 24 (808 24 24 24 - http://sns24.gov.pt/ ou consultar o médico, referindo a viagem recente.
Para mais informações, contacte os serviços da Consulta do Viajante ou o Médico Assistente.
Antes de viajar, informe-se sobre a evolução da situação no Brasil, disponível em:
http://portalsaude.saude.gov.br/

mailtelefoneicon2.png

 

 

BANNER 02 

 

site image 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Joomla templates by Joomlashine